terça-feira, 30 de agosto de 2011

PEDIDO PARA INICIAR O PROCESSO DE BEATIFICAÇÃO DE D. LUCIANO SERÁ ENVIADO À SANTA SÉ

No último dia 26, uma missa na Catedral de Mariana, presidida pelo arcebispo emérito de Belo Horizonte (MG), cardeal Serafim Fernandes de Araújo, lembrou os cinco anos da morte de dom Luciano Mendes de Almeida, arcebispo de Mariana por 18 anos, de 1988 a 2006. Na ocasião, o arcebispo de Mariana, dom Geraldo Lyrio Rocha, anunciou o que já havia antecipado em maio, durante a assembleia geral da CNBB: vai solicitar à Santa Sé autorização para iniciar o processo de beatificação de dom Luciano.

“Após cinco anos do falecimento de Dom Luciano, comunico oficialmente que, com o apoio dos bispos brasileiros, a arquidiocese de Mariana, iniciará o que é necessário para obter da Sé Apostólica a autorização para dar início ao processo de beatificação do quarto arcebispo de Mariana, dom Luciano Pedro Mendes de Almeida”, disse dom Geraldo.

Dom Luciano morreu no dia 27 de agosto de 2006, em decorrência de falência múltipla dos órgãos. Ele é reconhecido por sua inteligência brilhante e atuação firme na defesa dos direitos humanos e cuidado com os mais pobres, tendo sido secretário e presidente da CNBB por dois mandatos consecutivos em cada um dos cargos. Sua fama de santidade já corre entre o povo e seu túmulo, na cripta da catedral de Mariana, é permanentemente visitado pelos fiéis.
Dom Geraldo e Dom Serafim depositam flores no túmulo de D. Luciano


O pedido à Santa Sé vai respaldado por mais de 300 bispos que, na assembleia da CNBB, assinaram a petição a ser encaminhada por dom Geraldo à Congregação para a Causa dos Santos solicitando o nihil obstat (nada impede) para iniciar o processo de beatificação.

Uma vez autorizado o pedido, a arquidiocese instaurará um Tribunal Específico para conduzir a causa. O Tribunal ouvirá as pessoas que serão chamadas a depor no processo mediante um questionário elaborado pela própria Santa Sé. “Há todo um ritual e muitas formalidades que são determinadas no procedimento de um processo para a beatificação”, explicou dom Geraldo.

Para dom Geraldo, o atual momento representa, para a arquidiocese de Mariana, a importância de dom Luciano. “Sem desmerecer seus antecessores, dom Luciano tem um significado muito especial, e aqui deixou marcas de extraordinária importância. A atual estrutura pastoral que temos na arquidiocese de Mariana, o dinamismo pastoral que foi aqui implantado, esta abertura para a questão social, a defesa dos direitos humanos e, sobretudo, o serviço aos pobres com tantas obras sociais. Tudo isso, nós agradecemos a dom Luciano”.



Comenda

A Faculdade Arquidiocesana de Mariana realizou, na sexta-feira, 26, o ato solene de outorga da “Comenda Dom Luciano Mendes de Almeida do Mérito Educacional e Responsabilidade Social".

Foram homenageados o cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito do São Paulo (SP), ausente por motivo de saúde; o cardeal dom Serafim Fernandes de Araújo, arcebispo emérito de Belo Horizonte (MG); padre Paulo Vicente Ribeiro Nobre, assessor arquidiocesano da Dimensão Catequética da Arquidiocese de Mariana; irmã Carmem Mendes de Carvalho, coordenadora da residência arquiepiscopal durante o episcopado de dom Luciano; irmã Neusa Quirino Simões (Companhia de Maria), ex-secretária de dom Luciano na CNBB e o Núcleo de Apoio aos Toxicômanos e Alcoólatras de Ouro Preto, Grupo NATA.

São Paulo

No domingo, 28, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, inaugurou, na zona leste da cidade, um novo viaduto, que recebeu o nome Viaduto Dom Luciano Mendes de Almeida. O arcebispo, que era carioca, foi bispo auxiliar de São Paulo, na Região Belém, durante 12 anos, de 1976 a 1988. Em São Paulo, ele fundou a Pastoral do Menor, que hoje atua em todo o país, e inaugurou outras obras de atendimento aos pobres.

Fonte: Site da CNBB

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

ENCONTRO CONJUGAL DA DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Na tarde do dia 28 de agosto de 2011, às 17:00 horas, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Consolação, aconteceu o encerramento do Encontro Conjugal Diocesano, com a Celebração Eucarística, presidida pelo Pe. Antônio Tatagiba (clero diocesano), com a participação dos familiares e amigos dos encontristas e daqueles que trabalharam para o acontecimento do encontro.






Renovação das promessas matrimoniais

Vídeo da Homilia

domingo, 28 de agosto de 2011

REFLEXÃO PARA O 22º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Cidade do Vaticano, 28 ago (RV) - No Evangelho Jesus nos mostra a necessidade de assumirmos nossa cruz se quisermos segui-lo.

Esse seguimento, do Mestre carregando a cruz, de acordo com o Senhor, possui quatro etapas:

Ir a Jerusalém: “Jesus começou a mostrar a seus discípulos que devia ir a Jerusalém”, local de resistência e de oposição à sua missão; aceitar os sofrimentos causados pelos membros do Sinédrio - anciãos, sumos sacerdotes e mestres da Lei - ou seja, os ricos, os poderes religiosos e os ideólogos; ser julgado, condenado e morto por esses grupos formadores da opinião pública; e ressuscitar ao terceiro dia.

Essa situação proposta por Jesus desagrada aos discípulos e Pedro, encorajado por ter há pouco reconhecido o Senhor como o Filho de Deus e ter recebido um grande elogio por parte de Jesus, permite-se contestar o Mestre.

Jesus discorda radicalmente de um de seus três discípulos preferidos e até o chama de “satanás, pedra de tropeço porque não pensa as coisas de Deus e sim as coisas dos homens!”

Essa advertência de Jesus a Pedro de que ele não pensa nas coisas de Deus e sim nas dos homens, quer dizer que o pensamento e o coração dos discípulos ainda estão tomados pelas coisas mundanas e que por isso ele deseja fazer com que Deus mude de orientação. Para Pedro será Deus que deverá se tornar imagem e semelhança da sua criatura, e não o inverso.

Consequentemente, aceitar a cruz e suas consequências, por este ser o seguimento de Jesus, é divinizar-se, é tornar-se imagem e semelhança de Deus, como quer o Criador. Por isso ela leva à ressurreição.

Disse, então, Jesus: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e me siga. Pois, quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la: e quem perder a sua vida por causa de mim, vai encontrá-la. De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida? O que poderá alguém dar em troca de sua vida?”

Seguir Jesus - e isso deve ser feito livremente pela adesão do coração - significa abrir mão de toda ambição pessoal, aceitar o que Deus enviar, significa assinar uma folha em branco e confiar absolutamente em Deus.

Não importa se seguir Jesus trará mais ou trará menos sofrimentos. Não é por aí que deveremos nos conduzir. Seguir Jesus é segui-lo por onde ele for, livremente, por adesão do coração e aceitando o que vier, por fidelidade e amor.

Pe. Cesar Augusto dos Santos, S.J.

Fonte: Site da Rádio Vaticano

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

PAPA ANUNCIA O LEMA DA PRÓXIMA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2013 NO RIO DE JANEIRO


Logo da Jornada Mundial da Juventudo 2013 no Rio de Janeiro
CASTEL GANDOLFO, quarta-feira, 24 de agosto de 2011 (ZENIT.org) – O Papa Bento XVI anunciou hoje, ao término da audiência geral realizada no Palácio Apostólico de Castel Gandolfo, o lema escolhido para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) do Rio de Janeiro.

O lema será a passagem evangélica de Mateus 28, 18: “Ide e evangelizai todos os povos”. A JMJ do Rio será realizada entre os dias 23 e 28 de julho de 2013, segundo informa L'Osservatore Romano.

O lema escolhido pelo Papa sublinha o caráter missionário da próxima JMJ, como já anunciou o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, na coletiva de imprensa realizada em Madri imediatamente depois do encerramento da JMJ 2011.

O Papa também anunciou o lema da JMJ do próximo ano que, como é tradição, será realizada nas dioceses no Domingo de Ramos de 2012: “Estai sempre alegres no Senhor!”, tirado da Carta aos Filipenses (4, 4).

“Desde já, confio à oração de todos a preparação destes importantes encontros”, disse o Papa aos fiéis reunidos no pátio de Castel Gandolfo.

Fonte: ZENIT

CNBB E CÁRITAS BRASILEIRA LANÇAM CAMPANHA "SOS ÁFRICA"

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira deram início à Campanha SOS África de ajuda às vítimas da seca na região nordeste do continente, conhecida como Chifre da África (Somália, Uganda, Etiópia, Quênia, Djibuti e Eritréia).

A região, principalmente a Somália, passa pela seca mais intensa dos últimos 60 anos. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), cerca de 12 milhões de pessoas estão sentindo os efeitos da fome na região.

Ainda segundo os dados, o Chifre da África vem sofrendo nos últimos meses, além da seca, com a fome, conflitos e a alta dos preços dos alimentos. A crise na Somália já matou 30 mil crianças de fome.

Cerca de 400 mil refugiados somalis, quase 5% de toda a população do país, encontram-se acampados em Mogadíscio e áreas ao redor. Aproximadamente 100 mil pessoas chegaram somente em junho e julho, segundo a ONU.

Um novo relatório da Organização Católica para a Solidariedade e ajuda humanitária sublinha que "a cada 11 semanas", dez por cento das crianças somalis com menos de cinco anos "perde a vida".

O ‘Situation report' da Cáritas Somália, enviado à agência Fides, do Vaticano confirmou que "as estruturas de saúde da Somália estão a tentar enfrentar a chegada maciça de deslocados internos que estão a lotar os centros urbanos em busca de assistência".
Para reverter essa situação, você pode contribuir com campanha da CNBB e Cáritas, em favor das vítimas no Chifre da África, através de doações de qualquer valor.

Banco do Brasil: AG. 3475-4, C/C 26.116-5
Caixa Econômica Federal: AG. 1041, OP. 003, C/C 1751-6
Banco Bradesco: AG. 0606-8, C/C 187587-6
*para DOC e TED o CNPJ é: 33.654.419/0001-16

Mais informações: http://www.caritas.org.br/

Fonte: Site da CNBB

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

CURSO DE NOIVOS: início dia 10 de setembro de 2011

A Pastoral Familiar da Paróquia Nossa Senhora da Consolação comunica aos noivos e noivas que no dia 10 de setembro de 2011 (sábado) terá início a formação para aqueles que desejam receber o Sacramento do Matrimônio, no salão da Igreja de Nossa Senhora da Consolação, a taxa de participação é de R$ 25,00 (vinte e cinco reais), maiores informações pelo telefone da secretaria paroquial 28 3522 6607.

domingo, 21 de agosto de 2011

NOVENA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO

A novena em preparação da Solenidade de Nossa Senhora da Consolação, padroeira paroquial e da Ordem dos Agostinianos Recoletos, tem início no dia 26 de agosto de 2011, sexta-feira, e prosseguirá até o dia 03 de setembro de 2011, sábado, com Celebração Eucarística e Celebração da Palavra de Deus, sempre às 19 horas e contará com a participação das 13 (treze) Comunidades Eclesiais de Base que formam a paróquia.

O dia de Nossa Senhora da Consolação é o dia 04 de setembro, este ano cairá num domingo. Venha e participe desse momento de fé e devoção.

BÊNÇÃO DAS ROSAS DE SANTA RITA DE CÁSSIA

No dia 23 de agosto de 2011, terça-feira, na Celebração Eucarística das 19 horas no Santuário de Nossa Senhora da Consolação, acontecerá a bênção das rosas e pétalas de rosas em memória votiva a Santa Rita de Cássia, cada fiel deve trazer as rodas ou pétalas de rosas para serem abençoadas.

MISSA COM AS FAMÍLIAS QUE RECEBEM A IMAGEM PEREGRINA DA MÃE RAINHA

No dia 22 de agosto de 2011, data em que a Igreja celebra a memória da Virgem Maria, com o título de Rainha, o Santuário de Nossa Senhora da Consolação acolherá as famílias que recebem a imagem da Mãe Peregina, na Celebração Eucarística das 19 horas.

REFLEXÃO DA SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

Cidade do Vaticano, 21 ago (RV) - No Evangelho Maria anuncia a nova sociedade, não apenas a celeste, mas também a terrestre, desde que essa seja seguidora do Evangelho de seu Filho Jesus.

Já no início do relato de hoje, ao se declarar “serva do Senhor”, ela aceita entregar sua vida à missão que Deus lhe solicita, e gera Jesus. Pouco depois, decide ir servir sua prima Isabel que está grávida de João Batista.

É a Mãe de Deus quem vai servir a mãe de seu colaborador, o Precursor do Messias. A partir deste momento vemos, nesta terra, a mudança sócio-política de poder, de funções. Maria assinala, com seu gesto, que é solidária com os mais necessitados e, principalmente, que Deus vem libertar os pobres e humilhados.

Ao recitar o “Magnificat”, Maria é portadora da voz dos oprimidos, dos pobres e dos aflitos.
Ela diz que os beneficiados por Deus são os que confiam no Senhor e que os poderosos e ricos são derrubados de seus tronos e despedidos de mãos vazias.

A segunda leitura, extraída da 1ª Carta aos Coríntios, nos reporta ao sentido da celebração de hoje, o têrmo de nossa existência. Paulo reflete que a idéia do homem ser um ser-para-a-morte foi destruída pela ressurreição de Cristo. Agora, o homem é um ser- para-a-vida!

O Apóstolo conclui que “Como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos reviverão.” Nascemos filhos de Adão, seres-para-a-morte. Mas o batismo, o aceitar a morte e ressurreição de Jesus Cristo, aceitar seu Evangelho, nos transformou em seres-para-a-vida. No batismo renascemos como ser-para-a-vida!

Ora, aquele que é destinado à morte, já desde agora pratica atos mortais, sua existência é sinalizada por tudo aquilo que está ligado à cultura de morte como o egoísmo, o egocentrismo, a subserviência aos poderosos, o apêgo ao dinheiro, ao poder, ao prestígio, sendo consumista e integrado às leis e normas deste mundo.

Evidentemente, os destinados à vida se comportam desde agora como cidadãos do mundo que virá e que permanecerá para sempre. São pessoas generosas, despojadas, humildes, serviçais, solidárias. Pessoas que optaram pela vida, que tansbordam amor, segurança, confiança, enfim transbordam tudo aquilo que “pro-voca” o surgimento do ser, que o chamam a uma existência em plenitude, cujo têrmo é o Céu!

Maria, a “cheia de graça”, aquela cuja vida foi um sim absoluto a Deus, à Vida, aquela que vivenciou e proclamou com o Magnificat a nova ordem do Mundo, só poderia ter como ápice a Assunção Gloriosa ao Céu, para viver sempre ao lado de seu Filho, do Pai que a criou e do Espírito que sempre guiou sua existência.

Fonte: Site da Rádio Vaticano

sábado, 20 de agosto de 2011

SOB TEMPORAL, PAPA AGRADECE AOS JOVENS PELO BELO EXEMPLO

Madri, 20 ago (RV) - O último compromisso de Bento XVI neste sábado foi a Vigília de Oração com os jovens no Aeroporto Quatro Ventos de Madri. A área estava completamente tomada pela multidão de peregrinos.

Cerca de 800 bispos e 700 coristas contornavam o palco da grande orquestra da JMJ, composta por músicos jovens de toda a Espanha. Todo o estrado foi circundado de ventiladores e nebulizadores dispostos para aliviar os presentes do forte calor.

A primeira parte do encontro foi uma procissão da Cruz das JMJ, levada por jovens de 5 continentes e um cortejo com o Ícone de Madri. Em seguida, alguns jovens dirigiram perguntas ao papa. Depois da leitura de um trecho do Evangelho de João, Bento XVI respondeu às perguntas de modo informal e tomou a palavra para a homilia.

Agradecendo a sinceridade com a qual revelaram suas inquietudes, o papa disse que é o próprio Jesus que responde à questão “Como pode um jovem ser cristão e continuar a aspirar a grandes ideais na sociedade atual?”. “Jesus – disse Bento XVI – nos diz que “Assim como o Pai me amou, eu vos amei; permanecei no meu amor” (Jo 15,9).

A este ponto, uma violenta tempestade obrigou Bento XVI a interromper a homilia diante dos jovens. Um forte vento, acompanhado de chuva e trovões, começou a soprar e Bento XVI, embora protegido por um grande guarda-chuva branco, teve que suspender a homilia.

Depois de alguns minutos, Bento XVI retomou a palavra agradecendo aos jovens por sua alegria e ‘resistência’ e proferiu saudações em espanhol, francês, inglês, alemão, italiano, polonês e português:

“Meus queridos amigos, convido cada um e cada uma de vós a estabelecer um diálogo pessoal com Cristo, expondo-Lhe as próprias dúvidas e, sobretudo escutando-O. O Senhor está aqui e chama-te! Jovens amigos, vale a pena ouvir dentro de nós a Palavra de Jesus e caminhar seguindo os seus passos. Pedi ao Senhor que vos ajude a descobrir a vossa vocação na vida e na Igreja, e a perseverar nela com alegria e fidelidade, sabendo que Ele nunca vos abandona nem atraiçoa! Ele está conosco até ao fim do mundo”.

Seguiram-se a exposição do Santíssimo Sacramento e alguns momentos de adoração.

Antes de deixar o local rumo à Nunciatura, Bento XVI disse algumas palavras de improviso, agradecendo aos jovens:

“Vivemos uma aventura juntos. Forte na fé, vocês resistiram á chuva. Antes de ir embora, desejo desejar a ‘boa-noite’ a todos. Que descansem bem. Obrigado pelo sacrifício que estão fazendo e que sem dúvida, oferecerão generosamente ao Senhor. vamos nos ver amanhã, se Deus quiser. Espero vocês todos. Obrigado pelo maravilhoso exemplo que deram. Do mesmo modo, esta noite, com Cristo, poderão enfrentar as provas da vida. Obrigado a todos!”.

O papa deixou o aeroporto e os jovens permaneceram na esplanada para a adoração noturna do Santíssimo.

BENTO XVI ENCONTRA-SE COM OS SEMINARISTAS EM MADRI

Cidade do Vaticano, 20 ago (RV) – Neste penúltimo dia de Jornada Mundial da Juventude, pela manhã o Papa Bento XVI presidiu a missa na Catedral de Almudena. A celebração foi voltada aos futuros sacerdotes. “Como seminaristas, estais a caminho para uma meta santa: ser continuadores da missão que Cristo recebeu do Pai”, disse o Santo Padre.

Sobre o período que antecede a ordenação sacerdotal, Bento XVI aconselhou os jovens seminaristas.

“Em primeiro lugar, devem ser anos de silêncio interior, de oração permanente, de estudo constante e de progressiva inserção nas atividades e estruturas pastorais da Igreja. Meditai bem este mistério da Igreja, vivendo os anos da vossa formação com profunda alegria, em atitude de docilidade, de lucidez e de radical fidelidade evangélica, bem como numa amorosa relação com o tempo e as pessoas no meio de quem viveis”.

Por fim, Bento XVI lembrou Nossa Senhora.

“Olhai sobretudo para a Virgem Maria, Mãe dos sacerdotes. Ela saberá forjar a vossa alma segundo o modelo de Cristo, seu divino Filho, e vos ensinará incessantemente a guardar os bens que Ele adquiriu no Calvário para a salvação do mundo”.

Fonte: Site da Rádio Vaticano

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

BENTO XVI SE ENCONTRA COM RELIGIOSAS E PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS EM MADRI

MADRI - O papa Bento XVI cumpriu uma extensa agenda na manhã desta sexta-feira, 19, na visita que faz a Madri por ocasião da Jornada Mundial da Juventude. Após visitar o rei da Espanha, Juan Carlos, e a rainha Sofia, Bento XVI se dirigiu a El Escorial onde se encontrou, primeiro, às 11:30h (horário local) com jovens religiosas e, às 12h, com jovens professores universitários.

O papa falou às religiosas sobre a radicalidade da vida consagrada e lembrou Rosa de Lima e Rafael Arnáiz, jovens patronos desta Jornada. “Face ao relativismo e à mediocridade, surge a necessidade desta radicalidade que testemunha a consagração como uma pertença a Deus sumamente amado”, disse o papa.
 
“A radicalidade evangélica exprime-se na missão que Deus vos quis confiar. Desde a vida contemplativa que, na própria clausura, acolhe a Palavra de Deus em silêncio eloquente e adora a sua beleza na solidão por Ele habitada, até aos mais diversos caminhos de vida apostólica, em cujos sulcos germina a semente evangélica na educação das crianças e
jovens, no cuidado dos doentes e idosos, no acompanhamento das famílias, no compromisso a favor da vida, no testemunho da verdade, no anúncio da paz e da caridade, no trabalho missionário e na nova evangelização, e em muitos outros campos do apostolado eclesial”, acrescentou Bento XVI.
 
Já no encontro com os universitários com quem falou da sobre a missão do professor universitário, que deve se voltar para a busca da verdade. “A universidade foi e deve continuar sendo a casa onde se busca a verdade própria da pessoa humana”, disse o papa.
 

“Por isso, encarecidamente vos exorto a não perderdes jamais tal sensibilidade e encanto pela verdade, a não esquecerdes que o ensino não é uma simples transmissão de conteúdos, mas uma formação de jovens a quem deveis compreender e amar, em quem deveis suscitar aquela sede de verdade que possuem no mais fundo de si mesmos e aquele anseio de superação. Sede para eles estímulo e fortaleza”, exortou o papa.
 
À noite, às 19:30h, o papa tem seu segundo encontro com a juventude, de novo na Praça Cibeles, onde acontece a Via-Sacra. Antes, ainda, Bento XVI cumpre agenda às 17:30h (horário local) com o presidente do Governo, na residência da Nunciatura Apostólica.

Fonte: Site da CNBB

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

PRIMEIRO DISCURSO DO PAPA BENTO XVI EM MADRI - ESPANHA



Madri, 18 ago (RV) - O papa foi recebido esta manhã no aeroporto internacional de Barajas pelos reis da Espanha, o arcebispo de Madri, Cardeal Antonio Rouco Varela, autoridades políticas e civis do governo central, estadual e municipal, vários bispos e um grupo de fiéis.

Depois dos cumprimentos protocolares Bento XVI e o Rei Juan Carlos se dirigiram a um palanque de onde ouviram os hinos nacionais. O rei espanhol fez uma breve saudação e em seguida, foi a vez do papa proferir um discurso.

Como o faz sempre, o papa começou demonstrando gratidão. Um gesto importante, no contexto dos protestos de grupos laicistas contra a visita e as acusações contra a colaboração oferecida pelo governo e pelas autoridades locais.

Agradecendo ao Rei e à Rainha pela presença e as palavras de boas-vindas, o papa recordou as precedentes viagens à Espanha, como a visita a Santiago de Compostela e a Barcelona em 2010.

Em seguida, disse seu ‘obrigado’ a voluntários, famílias, paróquias, colégios e todas as instituições que acolhem os jovens de todo o mundo que estão nesta grande Cidade de Madri, cosmopolita e sempre com as portas abertas.

O papa apresentou sua viagem:

“Venho aqui para me encontrar com milhares de jovens de todo o mundo, católicos, interessados por Cristo ou à procura da verdade que dê sentido genuíno à sua existência. Chego como Sucessor de Pedro para confirmar todos na fé, vivendo alguns dias de intensa atividade pastoral para anunciar que Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida. Para animar o compromisso de construir o Reino de Deus no mundo, no meio de nós. Para exortar os jovens a encontrarem-se pessoalmente com Cristo Amigo e assim, radicados na sua Pessoa, converterem-se em seus fiéis seguidores e valorosas testemunhas”.

Esta multidão de jovens que veio a Madrid… porque e para que vieram? – perguntou o pontífice.

“Embora a resposta deva ser dada por eles próprios, pode-se entretanto pensar que desejam escutar a Palavra de Deus, como lhes foi proposto no lema para esta Jornada Mundial da Juventude, de tal maneira que, arraigados e edificados em Cristo, manifestem a firmeza da sua fé”.

Bento XVI ressaltou que, no entanto, existem muitas dificuldades:

“Subsistem tensões e confrontos em muitos lugares do mundo, inclusive com derramamento de sangue. A justiça e o sublime valor da pessoa humana facilmente se curvam a interesses egoístas, materiais e ideológicos. Não sempre se respeita, como é devido, o meio ambiente e a natureza, que Deus criou com tanto amor. Além disso, muitos jovens olham com preocupação para o futuro diante da dificuldade de encontrar um trabalho digno, ou por terem perdido o emprego, ou por ser este muito precário”.

“Há outros – ressalvou – que precisam de prevenção para não cair na rede das drogas, ou de uma ajuda eficaz, caso desgraçadamente já tenham caído nela. Há muitos que, por causa da sua fé em Cristo, são vítimas de discriminação, que gera o desprezo e a perseguição, aberta ou dissimulada, que sofrem em determinadas regiões e países”.

Enfim, o papa quis tranquilizar e estimular a juventude:

“Mas, eu volto a dizer aos jovens, com todas as forças do meu coração: Que nada e ninguém vos tire a paz; não vos envergonheis do Senhor. Ele fez questão de fazer-se igual a nós e experimentar as nossas angústias para levá-las a Deus, e assim nos salvou”.

“A Jornada Mundial da Juventude – concluiu – traz-nos uma mensagem de esperança, como uma brisa de ar puro e juvenil, com aromas renovadores que nos enchem de confiança face ao amanhã da Igreja e do mundo”.

No final, o papa confiou o evento a Santíssima Virgem Maria e à intercessão dos Santos protetores desta Jornada, pedindo a Deus que abençoe e proteja sempre os filhos da Espanha. (CM)

Fonte: Site da Rádio Vaticano

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Inscrições abertas para o Encontro da Pastoral da Educação

Já estão abertas as inscrições para o 6º Encontro Diocesano da Pastoral da Educação. Este ano, o foco será a educação ambiental, tendo como tema “Educar para a Sustentabilidade”. O evento acontece no dia 24 de setembro, na paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, em Marilândia (ES).

O palestrante será o professor Fernando Carraro, autor de 20 livros infanto-juvenis, muitos dos quais abordando questões voltadas para ecologia.

Como educar na fé também requer dinamismo e estratégias pedagógicas, os catequistas também estão convidados a participar desse momento, que pretende traçar ações para enfrentar os problemas relacionados ao meio ambiente.

As inscrições para o 6º Encontro Diocesano da Pastoral da Educação devem ser feitas até o dia 9 de setembro. O valor é R$ 15,00. Para efetuar a inscrição, acesse este link www.diocesedecolatina.org.br/cadastrogeral.

Outras informações, entre em contato com o Secretariado Diocesano de Pastoral pelo telefone (27) 2102-5000 ou pelo e-mail secretariadopastoral@diocesedecolatina.org.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Fonte: Site da CNBB

terça-feira, 16 de agosto de 2011

AGOSTINIANOS RECOLETOS NA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2011

Mais de 500 jovens das Juventudes Agostiniano-Recoletas (JAR) procedentes de 11 países participam da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se celebra em Madri a partir de segunda-feira, dia 15, até domingo, 21. O portal oficial da Ordem oferece, através de seu blog, uma cobertura diária da atividade. A informação inclui testemunhos e vídeos com os momentos de maior destaque

“Milhares de jovens de todo o mundo se dirigem a Madri para participar da Jornada Mundial da Juventude. Vêm com entusiasmo porque crêem em Jesus; porque sentem como próprio o lema proposto: «Arraigados e edificados em Cristo, firmes na fé».” Assim começa Miguel Miró, Prior Geral da Ordem dos Agostinianos Recoletos, a entrada em seu blog “Uma palavra amiga”, falando do encontro que os jovens terão com o Papa em Madri entre os dias 15 e 21 de agosto. Estão inscritos mais de 500 membros das Juventudes Agostiniano-Recoletas (JAR), procedentes de 11 países.

Os agostinianos recoletos, explica Miró, “confiamos nos jovens de hoje e lhes dizemos com Bento XVI: «A Igreja conta com vocês. Necessita da fé viva, da caridade criativa e do dinamismo da esperança de vocês. A presença de vocês renova a Igreja, a rejuvenesce e lhe dá um novo impulso»”.


Cobertura especial na web da Ordem

A web oficial da Ordem dos Agostinianos Recoletos oferece uma cobertura especial da JMJ e dos atos específicos organizados pela instituição (JMJAR 2011) através do blog oficial (www.agostinianosrecoletos.com/blog), em que se incluirá uma entrada diária com a última hora do encontro, incluindo vídeos com os momentos de maior destaque. Como é prática constante em nossa página, as postagens são oferecidas nas três línguas oficiais da Ordem: português, espanhol e inglês. Os mesmos jovens reunidos em Madri se encarregam da tradução, prestando, assim, a todos os agostinianos recoletos um importante serviço de comunhão.

Os materiais são partilhados ao mesmo tempo nas redes sociais, tanto no Facebook como no Twitter. Os vídeos, por sua vez, ficam incorporados ao canal oficial da Ordem no Youtube.

Entrega do material da JMJ


Programa específico de atividades


O meio milhar de jovens agostinianos recoletos participará em umas jornadas próprias denominadas JMJAR, unindo as siglas oficiais (JMJ) às do movimento juvenil da Ordem (JAR), que se compaginarão com as atividades deste grande encontro dos jovens católicos de todo o mundo com Bento XVI.

Entre as atividades próprias que foram organizadas há que destacar dois encontros em algumas das paróquias recoletas de Madri, a visita a um dos dois mosteiros de agostinianas recoletas existentes na capital da Espanha e as catequeses que os jovens receberão de algum dos bispos agostinianos recoletos vindos de diversas partes do mundo.

Fonte: Site da Ordem dos Agostinianos Recoletos

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2011

No período de 16 até 21 de agosto de 2011, acontece na cidade de Madrid, Espanha, a Jornada Mundial da Juventude, com a participação de milhares de jovens do mundo inteiro. A Paróquia Nossa Senhora da Consolação faz-se presente nessa Jornada com a participação do Frei Didier Esperidião Neto, oar e demais jovens da comunidade.

Apresenta-se o vídeo oficial da Jornada Mundial da Juventude de 2011


domingo, 14 de agosto de 2011

REFLEXÃO PARA O 20º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Cidade do Vaticano, 14 ago (RV) - A liturgia deste domingo nos fala principalmente da acolhida a todos e afasta o preconceito por raça e pertença religiosa.

Em território pagão, Jesus é solicitado por uma pagã, a fazer uma cura. Na insistência de seu pedido, a mulher se compara a um cachorro, animal tido como impuro e, por isso mesmo, sem dono na sociedade hebraica de seu tempo.

Ora, olhando os componentes desse relato, vemos o Cristo imerso em uma situação adversa na cultura onde nasceu. Território pagão, mulher e ao mesmo tempo pagã e esta se comparando a um animal impuro.

No entanto, ela demonstrou que estava plena de fé e de humildade. Ela manifestou garra, manifestou convicção no poder do Senhor e suplicou a cura de sua filha. Ela disse: “É verdade, Senhor, mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” Ao denominá-lo Senhor, a pagã professa fé na messianidade de Jesus, que ao ver a persistência da mulher, ao ver sua humildade ao comparar a si mesma e a sua filha a cachorros, exclamou: “Mulher, grande é a tua fé” Seja feito como tu queres!” Concluiu o evangelista: “E desde esse momento sua filha ficou curada.”

Refletindo sobre o fato, vemos Jesus fazer a mulher dar um salto de qualidade no tocante à fé, só comparado à do oficial romano de Mt 8, 10 que pedia a cura de seu soldado. O oficial desobrigou o Senhor de ir à sua casa curar o servo, pois : “Dê apenas uma ordem, e o meu empregado ficará curado!”

A segunda leitura, extraída da Carta de São Paulo aos Romanos, nos deixa claro que o Povo da Antiga Promessa rejeitou o anúncio do Evangelho feito por Paulo. Isso o fêz levar a Mensagem aos pagãos, “reconciliação com o mundo”.

Assim, o Evangelho não ficou ligado a uma raça ou a um povo, mas é anunciado às pessoas de boa vontade, às pessoas que creem que a Vida é mais forte que a morte.
(CM)

Fonte: Site da Rádio Vaticano

sábado, 13 de agosto de 2011

RIO DE JANEIRO SERÁ A SEDE DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE EM 2013


Cidade do Vaticano, 13 ago (RV) - O Rio de Janeiro vai ser a sede da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013. A notícia foi confirmada ontem pelo Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, que disse que Bento XVI fará o anúncio oficial no próximo dia 21 de agosto, na conclusão do iminente encontro de Madri.

De acordo com o sacerdote jesuíta, que é também Diretor Geral da RV, a 23ª edição da Jornada, no Rio, será antecipada em um ano para não coincidir com a Copa do Mundo de 2014, a ser realizada no Brasil.

O Rio de Janeiro será a segunda cidade da América Latina anfitriã da Jornada, depois da edição de Buenos Aires em 1987.

Seguiram-se encontros em Santiago de Compostela (Espanha), Czestochowa (Polônia), Denver (EUA), Manila (Filipinas), Paris (França), Roma (Itália), Toronto (Canadá), Colônia (Alemanha) e Sydney (Austrália).

Cerca de 20 milhões de jovens participaram destes encontros internacionais.

As Jornadas Mundiais da Juventude nasceram em 1984 por iniciativa do Papa João Paulo II. O primeiro teve lugar em Roma no Domingo de Ramos daquele ano, como parte das celebrações da Ano Jubilar da Redenção (1983-1984).

REUNIÃO DO CPP

Diácono Sérgio proclamando a leitura da Palavra de Deus



O Conselho de Pastoral Paroquial reuniu-se na noite do dia 12 de agosto de 2011, no salão da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Consolação, para discutir a caminhada pastoral dos próximos meses na Paróquia dedicada à Nossa Senhora da Consolação, dentre os assuntos discutidos tiveram evidência: Projeto Anjo - no qual Frei Sérgio solicitou que todas as comunidades eclesiais de base tenham o mapa geográfico de seu território, com o nome das ruas, a fim de depois escolherem os anjos (cuidadores das famílias de cada rua), sendo o primeiro etapa de implantação desse projeto na paróquia, ficou estipulado que daqui a dois meses acontecerá um encontro formativo para os anjos escolhidos.

Novena de Nossa Senhora da Consolação: Frei Sérgio comunica a importância das comunidades que compõem a paróquia em estarem participando e motivando a presença dos fiéis na Igreja Matriz (Santuário) e que nenhum evento aconteça nas comunidade, a fim destas comparecerem em massa na novena. A novena terá início no dia 26 de agosto e irá até o dia 03 de setembro. A festa de Nossa Senhora da Consolação é no dia 04 de setembro de 2011.

Frei Sérgio solicitou que os coordenadores façam uma reflexão profunda do chamado que Deus fez a cada um e do sim dado a Deus no serviço dos irmãos.

A reunião foi concluída com os convites para participarem das festas das Comunidades Santo Agostinho (Bairro Vila Rica), Comunidade São Domingos Sávio (Bairro Recanto II) e Sagrada Família (Bairro Santo Antônio), além da tradicional Semana Teológica promovida pela Escola de Teologia Pastoral Santo Agostinho, este ano, nos dias 19 a 23 de setembro de 2011.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O 2º ENCONTRO MINEIRO-CAPIXABA DE UNIVERSITÁRIOS CRISTÃOS

Nos dias 4 a 6 de novembro acontece no campus da Faculdade de Pará de Minas (FAPAM), o 2º Encontro Mineiro-Capixaba de Universitários Cristãos. O evento é organizado pela faculdade em conjunto com o Setor Universidades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“Após o Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos (EBRUC), realizado de 09 a 11 de outubro de 2010, os jovens, professores e pessoas engajadas nas Pastorais Universitárias, junto com o Setor Universidades está promovendo encontros regionais, que chamamos de Congressos de Universitários, para dar assim continuidade a este processo de rearticulação do Setor Universidades”, explicou a assessora do Setor Universidades, irmã Maria Eugênia Lloris Aguado.

Estão previstos vários encontros regionais em São Paulo, Salvador, Goiânia e em Minas Gerais. O 2º Congresso Mineiro-Capixaba terá o tema: “Protagonismo do universitário cristão na sociedade atual” e o lema: “Jovem protagonista de mudança”.

No ato da inscrição será cobrada uma taxa de R$ 50,00, e o pagamento será feitas on-line a partir de 01 de setembro até 01 outubro.

As vagas são limitadas. Outras informações: www.fapam.edu.br/encontromineirocapixaba E-mail: encontromineirocapixaba@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , fone: (37) 3236-1308.

Fonte: Site da CNBB

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA 2011 - 14 A 20 DE AGOSTO DE 2011

Dos dias 14 a 20 de agosto, acontece em todo o Brasil, o evento promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Comissão Nacional da Família, que é a tradicional “Semana Nacional da Família”.

Este evento, que acontece anualmente no mês de agosto, que é o Mês Vocacional, tem como tema, neste ano de 2011 “Família, Pessoa e Sociedade”.

Os organizadores já lançaram o subsídio de 2011, intitulado "Hora da Família", que pode ser adquirido pela Secretaria Nacional da Pastoral Familiar, em Brasília. Até hoje, mais de 220 mil exemplares do subsídio já foram editados, desde a vinda do papa João Paulo II ao Brasil, em 1994. A publicação, que completa 15 anos, traz sugestões de celebrações, Terça das Famílias e reflexões sobre o Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia do Catequista, Dia do Nascituro, e outros.

Segundo dom Petrini, a Semana Naciona da Família deve ser celebrada como uma festa. “Quando uma família cristã faz festa, celebra o dom da vida e o dom da fé que cada um recebeu, festeja o dom do amor entre marido e mulher, o dom da maternidade e da paternidade, o dom do sacramento do matrimônio e, portanto, o dom que é a presença de Jesus Cristo na convivência familiar”, destacou o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, dom João Carlos Petrini.

Segundo o "Hora da Família 2011", os participantes do evento pretendem externar publicamente o seu apreço à família.

“O papa bento XVI destacou a importância da família para a edificação da sociedade e seu bem-estar e exortou a todos os cristãos a confiar em Deus como aquele que concede todos os bens e sustenta as famílias no seu cotidiano. Uma sociedade sólida nasce, certamente, do compromisso de todos os seus membros, mas tem necessidade da bênção e do suporte de Deus que, infelizmente, é frequentemente excluído e ignorado. Sem Deus, busca-se inutilmente construir uma casa estável, edificar uma cidade segura, porém, com Deus, teremos uma família rica de filhos e serena, uma cidade bem segura e defendida, livre de pesadelos e de insegurança”, disse o arcebispo de Londrina (PR) e ex-presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, dom Orlando Brandes, na apresentação do subsídio. Dom Orlando foi presidente da Comissão até maio desse ano.

Além da Secretaria Nacional da Pastoral Familiar, o interessado em adquirir o subsídio pode acessar o site da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, no endereço www.cnpf.org.br ou no telefone: (61) 3443-2900. Nos Regionais da CNBB o material também pode ser adquirido junto aos casais coordenadores da Pastoral Familiar.

7º Encontro Mundial das Famílias

O papa Bento XVI escolheu, no dia 22 de janeiro de 2009, a cidade de Milão, Itália, como sede do próximo Encontro Mundial das Famílias. O tema do evento será “A Família, o Trabalho e a Festa”.

Fonte: Site da CNBB

terça-feira, 9 de agosto de 2011

REUNIÃO DO CONSELHO DE PASTORAL PAROQUIAL

No próximo dia 12 de agosto de 2011, sexta-feira, às 19h30min, no salão da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Consolação, acontecerá a reunião do CPP - Conselho de Pastoral Paroquial, sendo de suma importância a presença dos coordenadores dos conselhos de pastoral comunitário, coordenados paroquiais de pastoral, secretária do CPP, coordenador do CPP, diáconos, vigário paroquial e o pároco.

PROJETO ANJO


No último dia 06 de agosto de 2011, sábado, no Centro de Pastoral da Paróquia Nosso Senhor dos Passos, o Regional II (paróquias da cidade de Cachoeiro de Itapemirim e Atílio Vivacqua), reuniu-se para discutir sobre o Projeto Anjo: como está sendo a implantação desse projeto nas paróquias e aspectos sociais que podem ser trabalhados junto com as comunidades eclesiais de base.

A Paróquia Nossa Senhora da Consolação esteve presente com a presença do pároco Frei Domingos Sérgio Gusson, oar e diversos coordenadores dos conselhos de pastorais comunitários e paroquiais e no próximo dia 12 de agosto de 2011 o projeto anjo será um dos assuntos em pauta na reunião do Conselho de Pastoral Paroquial - CPP.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Jovens agostinianos recoletos de todo o mundo preparam juntos sua consagração definitiva

Durante o mês de julho o convento de Monachil (Granada, Espanha) acolheu 19 jovens religiosos de todo o mundo para o curso de preparação à profissão solene. É a primeira vez que não se organiza por continentes, mas para toda a Ordem. O balanço que fazem os próprios jovens participantes é sumamente positivo. Esta iniciativa comum é um passo a mais rumo à revitalização e reestruturação dos agostinianos recoletos.


O mês começou dia 26 de junho e durou até o dia 23 de julho. Os convocados eram todos os jovens da Ordem e que já estavam na época de fazer a profissão perpétua. E aí estava a novidade: até agora se vinha organizando por continentes; esta foi a única vez que o curso foi organizado para toda a Ordem. Os únicos que não puderam estar presentes, por dificuldades burocráticas, foram os jovens religiosos de Filipinas. No total eram 19 candidatos procedentes de seis países: Argentina, Brasil, Colômbia, México, Peru e República Dominicana. Em Monachil tiveram a oportunidade de conhecer o rosto mestiço e as variadas presenças da Ordem na Igreja e no mundo.

Oração e reflexão

Como em muitas partes do mundo, é obrigatório fazer um curso pré-matrimonial, o religioso também não pode comprometer-se, por toda a vida com os votos de castidade, pobreza e obediência sem antes fazer um curso preparatório que, no caso dos agostinianos recoletos, dura um mês. Um mês intensivo que se caracteriza pela convivência tranquila em uma das casas da Ordem, com especial dedicação à Oração e à reflexão.

A cada semana se estudou um tema exposto por um especialista agostiniano recoleto. Primeiro foi a estrutura humana da vida religiosa. Depois o estilo agostiniano de vida em comunidade. Na terceira semana, os jovens conheceram a fundo as diferentes atividades de evangelização protagonizada pela Ordem. E durante a última semana os candidatos se exercitaram na arte de escutar em seu interior a voz de Deus com a ajuda de santo Agostinho.

Visitas

Todo isso, bem adubado com dinâmicas de integração e conhecimento das realidades originárias dos participantes; saídas e excursões que lhes permitiram descobrir lugares monumentais e lugares relevantes na história recoleta; visitas a vários dos mosteiros de agostinianas recoletas existentes na região. E também visitas recebidas. Por Monachil passaram, em distintos momentos, o prior geral, vários priores provinciais e algum bispo agostiniano recoleto. Outra mostra da realidade variegada, completa e enriquecedora da Ordem dos Agostinianos Recoletos.

Balanço

Pode-se dizer, sem medo de errar, que o mês de preparação à profissão solene foi bem positivo para todos os participantes, como o manifesta a avaliação geral dos organizadores e dos jovens frades. De todos os fatores importantes, o que mais se destaca é: a riqueza da convivência entre frades das mais variadas procedências geográficas, a calorosa acolhida da comunidade de Monachil e, sobretudo, o sentir-se parte de uma grande família, que é a família dos agostinianos recoletos, com tudo aquilo que a caracteriza.

Fonte: Site Oficial da Ordem dos Agostinianos Recoletos

domingo, 7 de agosto de 2011

REFLEXÃO PARA O 19º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Cidade do Vaticano, 07 ago (RV) - Todos nós já vivemos momentos de tensões, de adversidades, de solidão. A liturgia deste domingo quer nos situar a Presença e a ação do Senhor, ao nosso lado, quando experienciamos essas situações adversas.

Dentro de uma situação de perseguição por ter se mantido fiel a Deus e por ter lutado pela preservação do autêntico culto, o Profeta Elias sofre bastante e tem de fugir. Deus não o livra de situações dolorosas, mas se manifesta de modo firme e com linguagem diferente da dos opressores. Deus se torna presente a Elias através de uma brisa leve. Isso nos fala a primeira leitura, extraída do
1º Livro dos Reis.

Esta página do Evangelho, cap. 14 de Mateus, nos apresenta Jesus fazendo com que seus discípulos experimentem situação adversa. O Senhor proporciona aos Apóstolos a experiência de confiarem n’Ele, de sentirem-se seguros, em meio a situações adversas, apenas em Sua Palavra.
Eis a cena: após a multiplicação dos pães e dos peixes, após ter curado as pessoas, Jesus impele, leva os discípulos a embarcarem e a aguardá-lo na outra margem. Os Apóstolos estão alegres e confiantes. O Mestre fez belo discurso, curou os doentes, deu comida para todos e agora vai rezar. Eles sentem-se obrigados a deixar aquele que é o porto seguro e a atravessarem sozinhos o mar, viver uma situação de risco e até de desamparo. Contudo, o Mestre avisou que se encontrariam no outro lado. Portanto, não foi uma despedida, mas um até logo, apesar de terem a missão de atravessar a zona tenebrosa do mar, já dentro de um horário em que a luz diminuía e se dirigindo para uma região pagã.
Jesus permanece em oração, certamente pedindo ao Pai para fortalecer aqueles que Ele lhes dera.

No meio da noite, no meio do escuro, da incerteza, da dúvida, a barca onde estão os discípulos é agitada pelo vento. É a turbulência! No trabalho, na família, nos relacionamentos, na vida pública, as turbulências se fazem presentes e colocam à prova nossas certezas, nossas seguranças, sejam físicas, psíquicas ou espirituais. Os discípulos, já amedrontados, gritam de pavor quando avistam no mar um vulto. O medo é tamanho que são incapazes de refletir que Jesus já demonstrara amá-los e exercer seu poder para preservá-los. Gritam de medo!

Jesus, o Príncipe da Paz, faz jus ao seu nome e anuncia: “Tende confiança, sou eu, não tenhais medo!” Apesar do que vê, apesar das experiências passadas, Pedro ainda pergunta pedindo prova:
“Senhor, se és tu, manda que eu vá ao teu encontro sobre as águas.” Jesus diz sim e Pedro começa a caminhar, mas quando o vento sopra, surge a insegurança e Pedro começa a afundar. Ele acredita mais na força do perigo da água do que na Palavra de Jesus. Confia mais na insegurança, no poder da fragilidade, do que no amor de Jesus.
A dúvida o fez afundar e o mesmo acontece conosco! Quem não arrisca, afunda sempre!
Aí ele grita pedindo socorro. Jesus estende a mão e o repreende: “Homem fraco na fé, por que duvidaste?”

Jesus sobe à barca e o vento cessa. Quando temos consciência de que Jesus está conosco, de que ele é o Emanuel, todo e qualquer perigo desaparece de nossa mente. A certeza da presença, do companheirismo de Jesus é determinante para atraversarmos qualquer turbulência.
Certos disso, os Apóstolos deram glória a Deus ao se prostrarem e professarem a fé: “Verdadeiramente, tu és o Filho de Deus”!

Vivamos na fé. O Senhor é nosso companheiro por toda a vida. Em qualquer situação que estejamos vivendo, Jesus está ao nosso lado e pede ao Pai por nós, para que sejamos fiéis a Ele, para que saibamos que nada de mal nos poderá suceder porque Deus está conosco!
Vivamos nossa vida, cumpramos nossa missão, atravessemos com garbo as dificuldades, certos de que jamais estamos sozinhos. Poderemos fazer tudo isso não baseados em nós mesmos, mas no poder de Deus. “Quando sou fraco, então é que sou forte! (CAS)

Fonte: Site da Rádio Vaticano

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

CURSO DE ATUALIZAÇÃO BÍBLICO-TEOLÓGICA NA DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

A diocese de Cachoeiro do Itapemirim (ES) reuniu 57 presbíteros (diocesanos e religiosos) nos dias 1º a 3 de agosto, para um curso de atualização bíblico-teológica. A formação discutiu o tema “O Pentateuco”, com ênfase no livro do Êxodo, que será estudado pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) diocesana, no próximo mês de setembro, nas comemorações do mês da Bíblia.

A formação aconteceu no Centro Diocesano de Formação em Boa Esperança, Vargem Alta (ES), contou com a presença do bispo diocesano, dom Dario Campos, e teve a assessoria do padre Andherson Franklink, do clero local.

Após uma introdução aos livros de Gênesis, Êxodo e Deuteronômio, padre Andherson deteve-se no trecho que estará em destaque nos estudos de setembro em todo o país: Ex 15,22-18,27. Ele escolheu como tema das reflexões as provas que Israel passou no deserto, saindo do medo e da escravidão para a fé e confiança no Senhor.

Numa das noites do curso, o assessor fez uma exposição de fotos do livro Êxodos, de Sebastião Salgado, levando os participantes a refletir sobre a questão atual dos refugiados em diversas partes do mundo, que, segundo um estudo recente da ONU, chegam a 40 milhões de pessoas.

Na tarde do dia 3, aconteceu a primeira reunião de dom Dario com seus sacerdotes. Ele apresentou seu estilo de trabalho e fez diversos esclarecimentos sobre a pastoral presbiteral. No mesmo dia, à noite, e na manhã do dia 4, dia de São João Maria Vianney, foi feita uma confraternização, com a presença dos seminaristas da diocese.

Fonte: Site da CNBB

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

04 DE AGOSTO: DIA DO PADRE - DIA DE SÃO JOÃO MARIA VIANEY

Neste dia a Igreja Católica Apostólica Romana celebra a memória litúrgica de São João Maria Vianey, Cura d'Ars, padroeiro dos sacerdotes, por ter respondido com amor e dedicação ao ministério sacerdotal e ter se empenhado para tornar-se um sacerdote segundo o coração de Deus.

Neste dia, parabeniza-se os padres diocesanos e religiosos da diocese de Cachoeiro de Itapemirim, em especial os paroquianos da Paróquia Nossa Senhora da Consolação, congratulam-se com os Freis João, Didier e Sérgio, bem como a todos os sacerdotes da Ordem dos Agostinianos Recoletos - Província Santa Rita de Cássia.