quinta-feira, 22 de junho de 2017

SHOW CATÓLICO NA FESTA DE SÃO PEDRO, APÓSTOLO - PADROEIRO DA CIDADE E DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

É desta forma que começa a descrição biográfica da cantora católica Jake Trevisan em seu site. Na próxima terça-feira (27/6) ela estará em Cachoeiro de Itapemirim, se apresentando a partir das 21h30 no Parque de Exposições do bairro Aeroporto.

Jake Trevisan é bem conhecida no cenário católico, tendo ganhado destaque pela música “Pó pará com pó”, que se espalhou pelo país em 2008. Famosa pelo estilo axé-cristão, a cantora tem adotado nos últimos anos um formato de música mais voltado para o pop e louvor.

Com o hit “Brado de Vitória” Jake Trevisan ganhou o prêmio de melhor clipe católico do ano no troféu Louvemos o Senhor 2017, realizado em 21 de junho de 2017. O Troféu Louvemos é reconhecido como a maior premiação da música católica popular do Brasil, já tendo premiado artistas como Rosa de Saron, Padre Fábio de Melo, Yahweh, Tony Allysson, Padre Reginaldo Manzotti e Anjos de Resgate.

O show da cantora Jake Trevisan será gratuito e contará ainda com a Banda Rezza se apresentando antes, a partir das 20h.

Fonte: Site Oficial da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

segunda-feira, 19 de junho de 2017

sábado, 17 de junho de 2017

MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS NO CARMELO "SÃO JOSÉ"


REFLEXÃO PARA O 11º DOMINGO DO TEMPO COMUM - MISSÃO DOS DISCÍPULOS

Rádio Vaticano (RV) - Reflexão para o XI Domingo do Tempo Comum.

Neste domingo, vamos refletir sobre a presença constante de Deus no mundo e seu desejo de oferecer aos homens a sua vida e a sua salvação. A intervenção de Deus na história humana é possível através de quem Ele chama e envia para ser sinal vivo do seu amor e testemunha da sua bondade.

A primeira leitura nos fala sobre o Deus da “Aliança”, que elege um Povo e, com ele, estabelece laços de comunhão e de familiaridade. Deus confia ao seu Povo uma missão sacerdotal: Israel deve ser o Povo escolhido para servir ao Senhor, sendo sinal divino entre as nações.

A segunda leitura fala da comunidade dos discípulos que é, fundamentalmente, uma comunidade de pessoas que Deus ama. Sua missão no mundo é dar testemunho do amor de Deus pelos homens: um amor eterno, inquebrável, gratuito e absolutamente único.

O Evangelho de Mateus narra o “discurso da missão”. Trata-se de uma catequese sobre a escolha, o chamado e o envio de “Doze”, que representam a totalidade do Povo de Deus, para anunciar o “Reino de Deus”. Os “doze” são os continuadores da missão de Jesus e levam a boa nova da salvação e da libertação, que Deus atuou para a humanidade, em Jesus.

São Mateus explica que essa missão à qual Deus chama os discípulos é expressão da solicitude de Deus, que quer oferecer ao seu Povo a salvação. Mateus – que escreve para uma comunidade onde existia um número significativo de crentes de origem judaica – utiliza - para transmitir esta mensagem - imagens tiradas do Antigo Testamento, muito familiares para os judeus.

Nas palavras de Jesus, Israel é uma comunidade abatida e desnorteada, cujos pastores - os líderes religiosos judeus - se demitiram das suas responsabilidades. Eles são esses maus pastores de que falavam os profetas. O coração de Deus, no entanto, está repleto de compaixão por este rebanho abatido e desanimado. Por isso, Deus assume as suas responsabilidades, no sentido de conduzir o seu Povo às pastagens onde há vida.

A referência à “messe” indica que esta missão é urgente e não há muito tempo para a levar a cabo. A referência ao “pedido”, que deve ser feito ao Senhor da “messe”, é um apelo para que a comunidade contemple a sua missão como obra de Deus, que deve ser levada a cabo com critérios divinos.

Depois, a respeito da chamada dos discípulos, Mateus deixa claro que a iniciativa é de Jesus: Ele “os chamou”. Não há nenhuma explicação sobre os critérios que levaram Jesus a fazer esta escolha: falar de vocação e de eleição é falar de um mistério insondável, que depende de Deus e que o homem nem sempre consegue compreender e explicar.

A seguir, Mateus cita o número dos discípulos: “Doze”. Trata-se de um número simbólico, que lembra as doze tribos que formavam o antigo Povo de Deus. Os “doze” discípulos representam, simbolicamente, a totalidade do Povo de Deus, do novo Povo de Deus.

Por conseguinte, o evangelista define a missão que Jesus lhes confia: o poder de expulsar os espíritos impuros e de curar as doenças e enfermidades, que representam aquilo que escraviza o homem e o impede de chegar à plenitude da vida. Logo, a missão dos discípulos é lutar contra tudo aquilo – de carácter físico ou espiritual – que destrói a vida e a felicidade do homem.

Como todo o discurso de Jesus, a missão dos discípulos aparece como prolongamento da Sua missão: anunciar o que Jesus fazia, anunciar o “Reino”. Enfim, a missão dos discípulos é a absoluta continuidade da missão de Jesus: um convite à Igreja a continuar, na história, a sua obra libertadora e redentora do homem. (MT) 

Fonte: Site da Rádio Vaticano

sexta-feira, 16 de junho de 2017

TRANSFERÊNCIA DE FREI CLÉBSON DE SOUZA RODRIGUES PARA CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM (ES)

Foi comunicado no Instagram da Província Santa Rita de Cássia da Ordem dos Agostinianos Recoletos por Frei Clébson de Souza Rodrigues, O.A.R., sua transferência para a Comunidade Religiosa presente na cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES), onde já está instalado e atuará como vigário paroquial.

Eis o texto:

"Eu, Frei Clébson comunico a todos, especialmente, aos paroquianos da Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Capelinha (Franca-SP) que no dia 15/06/2017 com aprovação do Conselho Provincial transferi-me para a Comunidade Religiosa da Paróquia Nossa Senhora da Consolação em Cachoeiro do Itapemirim (ES), onde, desde já estou residindo.

Agradeço a todo o povo Francano com quem trabalhei por mais de três anos e conto com as orações de todos.

Frei Clébson, OAR."

Os paroquianos da Paróquia Nossa Senhora da Consolação acolhem com todo carinho a Frei Clébson de Souza Rodrigues, O.A.R. e desde já roga a Deus que sua presença entre nós seja cheia de bons frutos.

FESTA NA COMUNIDADE IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA - BAIRRO VILA RICA

A Comunidade Eclesial de Base "Imaculado Coração de Maria" da Paróquia Nossa Senhora da Consolação, localizada no Bairro Vila Rica, está em preparação para Festa do Imaculado Coração de Maria e convida a você e sua família para participar de seus festejos.



NOVENA DE SÃO PEDRO, APÓSTOLO - PADROEIRO DA CIDADE E DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

No período de 17 a 28 de junho de 2017, acontece na Igreja/Catedral de São Pedro, apóstolo, sede da Sé Apostólica de Cachoeiro de Itapemirim, a Novena de São Pedro, em preparação à sua festa a ser celebrada no dia 29 de junho.

No dia 26 de junho, às 19h30, a Paróquia Nossa Senhora da Consolação celebrará na catedral, juntamente com o seu pároco Frei Silvestre Brunoro, O.A.R.



quarta-feira, 14 de junho de 2017

JORNADA DE ORAÇÃO PELO BRASIL - "A VERDADEIRA PAZ COMEÇA NO SEU CORAÇÃO"

A pedido do nosso Bispo Diocesano Dom Dario Campos segue abaixo a carta da Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) cujo título é “Jornada de Oração pelo Brasil”

Com o intuito de rezarmos pela paz, a carta vem convocar a todos os cristãos para se unirem pela paz em nosso país, seja ela no âmbito da segurança, economia ou política. 

Dom Dario Campos pede que ela seja rezada em toda a nossa Diocese nesta quinta-feira (15 de junho), antes do Rito da Bênção Final da Missa de Corpus Christi.

JORNADA DE ORAÇÃO PELO BRASIL


Dia de “Corpus Christi”
15 de junho de 2017

A verdadeira paz começa no seu coração

Diante do grave momento vivido por nosso país, dirijamos nossa oração a Deus, para que dê a paz ao Brasil e ao mundo inteiro. “Reconhecemos a necessidade de rezar constantemente pela paz, porque a oração protege o mundo e o ilumina. A paz é o nome de Deus”(Papa Francisco)

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vivemos um momento triste, marcado por injustiças e violência. Necessitamos muito do vosso amor misericordioso, que nunca se cansa de perdoar, para nos ajudar a construir a justiça e a paz, em nosso país.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana.  

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejam atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos!

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso Filho, Jesus, nos ensinou: “Pedi e recebereis”. Por isso, nós vos pedimos confiantes: fazei que nós, brasileiros e brasileiras, sejamos artesãos da paz, iluminados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso filho Jesus está no meio de nós, no Santíssimo Sacramento, trazendo-nos esperança e força para caminhar. A comunhão eucarística seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas. Seguindo o exemplo de Maria, queremos permanecer unidos a Jesus Cristo, que convosco vive, na unidade do Espírito Santo. Amém!

(Pai nosso! Ave, Maria! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!)

Fonte: Site Oficial da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim